Texto Bíblico: Marcos 4:30-34

 INTRODUÇÃO

 Hoje veremos sobre o poder que há numa semente.  O que um simples grão, aparentemente insignificante, poderá se tornar depois de semeado em terra fértil.  Queremos ministrar sobre o poder da Palavra de Deus na vida de quem a recebe pela fé.

  1. 1.     A Menor de Todas as Sementes

Jesus fez questão de escolher como exemplo para o seu ensino, a menor de todas as sementes.  Apesar do seu tamanho, havia dentro dela um poder de crescimento e de multiplicação que se manifestaria gradativamente, até chegar à plena estatura.

Ele quer que as pessoas entendam que dentro da semente divina plantada no coração, está embutido um poder de crescimento e de multiplicação suficiente para todos os estágios da vida cristã, até à plena maturidade em Cristo.  Toda a provisão para crescimento, desenvolvimento e expansão, está dentro da semente.  Não podemos dizer que Deus nos tenha privado de qualquer elemento necessário ao nosso amadurecimento.  Na Sua sabedoria infinita nos fez provisão por meio de Sua bendita Palavra (II Pe. 1:2-3).

  1. 2.     A Maior de Todas as Hortaliças

Como pode a menor de todas as sementes produzir uma árvore tão grande assim? Como já dissemos, dentro da semente estava determinado o que ela haveria de ser: uma grande árvore.  Jesus está ilustrando o que Deus planejou para cada filho Seu.  Ele idealizou filhos maduros que refletissem a imagem de Seu Filho Jesus Cristo em todas as áreas de suas vidas.  Filhos que sejam excelentes no caráter e cheios da unção, assim como grande é a árvore em questão.

O Senhor Jesus virá buscar uma igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem qualquer coisa semelhante, mas santa e irrepreensível (Ef. 5:27).  Ao mostrar a figura da grande árvore, Ele quis imprimir no coração de cada cristão a idéia de grandeza, de crescimento, de expansão e de multiplicação que cada crente começa a experimentar, ao receber a genuína semente de Vida no coração.

  1. 3.     Um Lugar de Refúgio

Vieram as aves do céu para aninhar-se em sua sombra.  Em outra ocasião, as aves do céu representavam os demônios que vinham para roubar a semeadura.  Agora, porém, cremos que a figura esteja associada ao cumprimento satisfatório do que seria a missão da árvore: dar o seu devido fruto, enquanto oferece alento ao cansado e alimento ao faminto.  Assim, cada árvore frondosa, seria para as aves do céu um lugar de repouso e de provisão.

Cremos que Deus tem alimentado a visão do crescimento, não para benefício exclusivo do crente.  Ele deseja que cada um de nós, por meio do nosso crescimento saudável em maturidade cristã, possa ser um porto seguro para todos os que passam cansados pela vida, e que necessitem de repouso e alimento espiritual.  Assim é o cristão maduro e aperfeiçoado na Palavra para todo aquele que dele necessita (Mt.11:28-30).

CONCLUSÃO

Recebamos com mansidão a Palavra em nós enxertada, a qual é poderosa para salvar as nossas almas (Tg.1:21).  Devemos manter a visão de que a semente de Deus em nossas vidas produzirá uma árvore frondosa e frutífera no caráter, na unção e na maturidade cristã.  Devemos também orar para que, no nosso crescimento cristão, possamos ser canais de refrigério e de provisão espiritual para todo aflito e cansado que passar pelo nosso ministério.

APLICAÇÃO

Esteja atento às necessidades das pessoas que fazem parte do seu círculo de amizades.  Talvez Deus lhe mostre alguém que realmente necessite de refrigério.  Ouça-o atentamente, e ofereça ajuda dentro de suas possibilidades.  Não se esqueça de informar ao seu líder o que você está fazendo.  Isso lhe trará segurança e cobertura espiritual.

 

Wilson Maia