RESPOSTAS PARA OS GRANDES PROBLEMAS DA VIDA

 RICK WARREN

COMO ME METI NESTA ENCRENCA? PARTE 2

QUEBRA-GELO
- Na primeira parte da lição, começamos a ver na história de Sansão a vida de alguém que foi chamado desde o ventre para o cumprimento de um propósito específico: o livramento do povo de Israel e dos inimigos filisteus. – Mas por causa de uma vida moral, emocional e espiritual indisciplinada, este chamado teve muitos acidentes de percurso: derrota, vergonha, cegueira e escravidão.

- Na correria do dia-a-dia, somos assolados por tantos apelos e ventos contrários ao que Deus tem para nós que nosso único refúgio, alimento e segurança são Deus e a sua Palavra. Qual a importância do tempo devocional para você? Aliás, você sabe o que significa o tempo devocional?

 CONTINUAÇÃO

- Sansão começou a fazer escolhas erradas. E, sempre que colocamos o prazer acima dos valores, estamos procurando confusão. É só uma questão de tempo para que o desastre aconteça. O egoísmo, a luxúria e o orgulho de Sansão o arruinariam.

- Desse modo, na lição anterior vimos dois princípios que nos livram de problemas: devemos aprender com os nossos erros e saber escolher os nossos amigos. Hoje veremos mais um princípio.

 LEVANDO DEUS A SÉRIO

- O outro princípio que vemos na vida de Sansão — e este é o mais importante porque podemos vê-lo em toda sua vida — é: procuramos problemas se nos recusamos a levar Deus a sério. Sansão era descuidado com sua vida espiritual. Ele nunca foi realmente sério com Deus e isso se manifestou de muitas formas.

- Em primeiro lugar, Sansão estava sempre fazendo aquilo que queria. Ele vivia para si. Seu estilo de vida era muito egoísta, deixando que seus desejos pessoais ditassem suas ações. Sansão vivia pela filosofia que diz: “Se você se sente bem, faça”.

- O plano de Deus para Sansão era grandioso e assim é o plano que ele tem para a sua vida. Deus tem um propósito para você; você não foi colocado na Terra por acidente. Mas Sansão era do tipo descuidado: ele só queria desfrutar as coisas e nunca agia com seriedade. O resultado foi o desperdício de uma vida.

- Em segundo lugar, Sansão nunca orava a respeito de nada, exceto antes de seu ato final, quando derrubou o templo. Ele era impulsivo e impetuoso. Não pedia a direção de Deus. Simplesmente ia em frente e fazia sua própria vontade. Evitaríamos muitos problemas e muitas dores se parássemos e pedíssemos a direção de Deus antes de nos lançarmos em algo e acabarmosem apuros. Sansão voltou-se para Deus apenas quando não tinha mais saída. É o que chamamos de “cristianismo de trincheira”: “Senhor, se tu me tirares deste problema, prometo viver para ti daqui por diante”.

- Para muitas pessoas, Deus é apenas um detalhe, uma conveniência. Quando as coisas ficam realmente difíceis, elas correm para Deus desesperadas. Mas, quando tudo está bem, as pessoas O ignoram.

- Sansão nunca levou a vida com Deus realmente a sério até o momento em que sua vida estava chegando ao fim e tudo estava destruído: os inimigos estrangeiros o capturaram, furaram seus olhos e o colocaram num moinho para realizar um trabalho geralmente feito por animais.

- E quanto a você? Pare e reflita.

 DEUS NUNCA DESISTE

- Esta já seria uma história terrivelmente trágica se terminasse aqui — mas isso não é tudo. Os filisteus cortaram o cabelo de Sansão, que era um sinal da aliança que ele fizera com Deus. O cabelo de Sansão era apenas um símbolo exterior; não era a fonte de sua força, mas um símbolo dela. Ao cortarem seu cabelo, eles estavam, na verdade, dizendo: “Sansão, nós estamos cortando no exterior o que já foi cortado em seu coração. Você não levou a sério seu compromisso com o Senhor”.

- Perceba, porém, que “o cabelo da sua cabeça começou a crescer de novo” (16.22). O processo de renovação tinha começado. Sansão arrependeu-se e começou a orar. Quando pediu a Deus forças, Deus honrou seu desejo. Deus lhe devolveu a força e Sansão terminou sua vida com um ato de heroísmo inspirador.

- Como você pode lembrar, Sansão foi levado ao grande templo do deus Dagom para que milhares de inimigos pudessem se divertir e zombar dele e de seu Deus — o Deus verdadeiro de Israel. Sansão foi colocado entre as duas colunas principais do templo e, com toda a força que Deus lhe dera em resposta a sua oração, forçou as colunas, fazendo com que o teto do enorme templo desabasse e matasse todos os que ali estavam, além dos cerca de três mil que estavam nas galerias. Deus enviara Sansão para conquistar essa nação inimiga e, nesse momento, Deus foi capaz de realizar mais com a morte de Sansão do que o fizera durante a vida daquele homem. Esta é uma verdade dura, mas, por fim, ele derrotou o inimigo. Pelo fato de Deus lhe ter dado uma segunda chance, Sansão alcançou sua maior vitória no fim de sua vida.

 Compartilhe:

Como é maravilhoso saber que, ainda que erremos, basta pedir perdão ao Pai, que Ele sempre está de braços abertos para nos perdoar. Ele não desiste de nós! Amados, Ele não desiste de nós!!! Você já pediu perdão ao Pai? Compartilhe uma segunda oportunidade que o Senhor tenha te dado após uma experiência de “encrenca”.

 CONCLUSÃO: O CONFORTO DA GRAÇA DE DEUS

- Há algo muito animador a respeito de Sansão: ele está no capítulo 11 de Hebreus, a Galeria de honra das pessoas de grande fé! Por quê? Porque Deus pode pegar uma pessoa fracassada em muitas áreas da vida e usá-la mesmo assim. Se Deus usasse apenas pessoas perfeitas, coisa alguma seria feita. Porém, em vez disso, ele usa pessoas comuns — aquelas que têm fraquezas e já cometeram erros na vida.

- Se você é um Sansão, o que você deveria fazer? Exatamente o que Sansão finalmente fez: entregar sua vida ao Senhor. Dê-lhe todos os pedaços e deixe que ele lhe diga: “Eu lhe darei poder para se libertar de tudo o que o prende e que impede que eu aja em sua vida”. Somente Deus conhece a grandeza e o potencial de sua vida, mas você nunca poderá manifestá-los sozinho; Deus deve fazer isso na força dele. Permita que ele comece hoje!