Desafios da Vida Cristã
Lição 10 – Deserto: Lugar de sede, mas de dependência

 

“Tendo partido toda a congregação dos filhos de Israel do deserto de Sim, fazendo suas paradas, segundo o mandamento do Senhor, acamparam-se em Refidim; e não havia ali água para o povo beber. Contendeu, pois, o povo com Moisés e disse: Dá-nos água para beber. Respondeu-lhes Moisés: Por que contendeis comigo? Por que tentais ao Senhor? Tendo aí o povo sede de água, murmurou contra Moisés e disse: Por que nos fizeste subir do Egito, para nos matares de sede, a nós, a nossos filhos e aos nossos rebanhos? Então, clamou Moisés ao Senhor: Que farei a este povo? Só lhe resta apedrejar-me. Respondeu o Senhor a Moisés: Passa adiante do povo e toma contigo alguns dos anciãos de Israel, leva contigo em mão o bordão com que feriste o rio e vai. Eis que estarei ali diante de ti sobre a rocha em Horebe; e ferirás a rocha, e dela sairá água, e o povo beberá. Moisés assim o fez na presença dos anciãos de Israel.” (Êx. 17:1-6).

 

Continuando a sua peregrinação pelo deserto, Israel, seguindo orientações do Senhor, monta acampamento em Refidim (Êx. 17:1). Refidim, como toda região desértica, fez o povo sentir falta de um elemento básico para a sua sobrevivência. Agora era a falta de água (Êx. 17:1). E novamente murmuraram contra o Senhor (Êx. 17:2). Murmurar é o resultado da demonstração de um dos nossos maiores pecados, o da incredulidade. A incredulidade expõe a nossa falta de fé, a nossa falta de confiança em Deus. Pode parecer um paradoxo, Deus, que ama tanto aos seus, guia-los a uma região sem alimento e água. Foi o amor de Deus que os guiou até ali, para que eles aprendessem a vencer a incredulidade desesperada do coração, a aprender a contar com a fidelidade Dele. Enquanto não vencemos esta incredulidade, só no deserto Deus pode revelar o que Ele pode fazer por aqueles que confiam Nele. No deserto, dependemos dele para tudo. É tipo: sem Ele nada, com Ele tudo. Muitas vezes o Senhor permite que passemos por desertos para nos tratar, para nos chamar para uma maior intimidade, para tempos de uma maior dependência Dele.

As nossas reações às dificuldades, servem para Deus nos mostrar o nosso nível de fidelidade a Ele.

Apesar de tudo, nos momentos mais difíceis, a graça de Deus se manifesta a nosso favor. Graça fala de um favor imerecido, que independe da nossa justiça ou da nossa santidade. Do sobrenatural de Deus, brotou a água para matar a sede do povo (Êx. 17:5-6). Precisamos aprender a depender de Deus, dos seus favores, descansar debaixo da sua soberania. Se permanecermos no caminho errado da incredulidade, em última instância, terminaremos debaixo da destruição total (Rm. 8:12-13a). Na dependência total do Espírito Santo de Deus, viveremos para sempre (Rm. 8:13b).   

Pr. Geraldo Lazzarini Jr