Desafios da Vida Cristã

Lição 18 – Nos humilharmos para sermos exaltados

 

“Portanto, aquele que se humilhar como esta criança, esse é o maior no reino dos céus.” Mt. 18:4.

“Quem a si mesmo se exaltar será humilhado; e quem a si mesmo se humilhar será exaltado.” Mat. 23:12.

Vivemos em um mundo onde é normal as pessoas associarem autoridade com o domínio que elas conseguem exercer sobre os outros. Muitos perseguem este tipo de autoridade, tanto na vida profissional, quanto na relacional. Na época de Jesus, onde a cultura grega exercia uma influência muito grande sobre as pessoas, isto também era visivel no jeito de ser dos cidadãos dos lugares onde Ele desenvolvia seu ministério. Na cultura grega, os humildes eram fracos, e ser fraco era uma coisa vergonhosa. As autoridades religiosas da época de Jesus buscavam para si o exercício deste tipo de poder: Dominar as pessoas através do orgulho e da soberba (Mt. 16:1,4).

Jesus, no seu ministério e nos seus ensinos, lutou veementemente contra esta tendência das pessoas da sua época. Qual foi sua surpresa quando os seus discípulos lhe perguntaram: Quem é o maior no reino dos céus? (Mt. 18:1). O que é trágico aqui, entretanto, é que os discípulos estavam pensando sobre qual deles teria a posição mais importante quando fosse implantado o reino de Jesus. Os discípulos ficaram tão preocupados com a organização de um reino terreno para Jesus, que perderam de vista o propósito divino. Ao invés de servir, queriam ocupar posições de prestígio. Jesus usou o exemplo de uma criança (fraca e dependente, crédula por natureza), para ensinar seus orgulhosos seguidores. Precisamos ter a humildade e a sinceridade do coração de uma criança (Mt. 18:2-4). É muito fácil perdermos a nossa perspectiva eterna e lutarmos, numa idéia imediatista, por promoções ou posições de destaque, não só na nossa vida profissional, mas também dentro da estrutura da própria igreja, como instituição. Não que alcançar cargos de chefia, ter uma vida financeira boa, sejam coisas ruins, pelo contrário. O que precisamos aprender é como usar este poder para que o reino de Deus seja engrandecido.

O domínio ou autoridade que Jesus quer estabelecer em nós, visa gerar vidas vitoriosas e produtivas, destronando os poderes infernais; não ganhando  controle sobre os outros para garantirmos os nossos próprios interesses.

O nosso chamado para uma vida de humildade como de uma criança, e o coração de servo, estabelece o espírito e o estilo de autoridade que o cristão deve exercer como agente de poder do reino de Deus.

Humilhar-se, na realidade, é se entregar de bom grado a Deus e à sua vontade, totalmente desprovido de qualquer tipo de arrogância ou auto-exaltação. Jesus se humilhou sobremaneira por amor a nós.

Que tipo de grandeza buscamos nós?

Pr. Geraldo Lazzarini Junior