Desafios da Vida Cristã
Lição 11 - Passos de Coragem: Abel

 

“Pela fé, Abel ofereceu a Deus mais excelente sacrifício do que Caim; pelo qual obteve testemunho de ser justo, tendo a aprovação de Deus quanto às suas ofertas. Por meio dela, também mesmo depois de morto, ainda fala.” Hb. 11:4.

Caim e Abel foram as primeiras crianças citadas na bíblia, filhos do primeiro casal, Adão e Eva (Gên. 4:1-2). Caim foi agricultor, já Abel foi um pastor de ovelhas (Gên. 4:2). Como irmãos, foram criados por seus pais recebendo os mesmos ensinamentos. A principal diferença entre os dois é que Abel agradou a Deus, mas Caim não (Hb. 11:4). Com os ensinos ministrados pelos pais, tanto Caim como Abel, sabiam a vontade de Deus, de como agradá-lo; apenas Abel obedeceu. No texto acima (Hb. 11:4), Abel é lembrado por sua fé, obediência e justiça (Mt. 23:25). A história nos mostra que Abel decidiu agradar a Deus, e isto desagradou ao homem (Caim). Abel foi vítima do primeiro homicídio relatado pela bíblia (Gên. 4:8). A obediência de Abel, trouxe tanto ciúme a Caim, que este tirou a sua vida. Caim poderia ter vencido o pecado, que estava prestes a atacar e destruir a sua vida. Ele teria que expulsar, do seu interior, aquele ciúme doentio que sentia do seu irmão. Caim, enganado pelos seus próprios sentimentos, acreditando nas suas forças humanas, se tornou o primeiro homicida a ser conhecido. Ele foi severamente punido por seu pecado, como consequência da sua desobediência e intransigência (Gên. 4:11-15).

O pecado não pode ser evitado através das nossas próprias forças; precisamos de Deus, da fé que Ele coloca no nosso interior, para admitirmos os nossos erros. Só vencemos o pecado, quando aceitamos que esta será uma batalha pelo resto de nossas vidas. Só seremos vitoriosos, na dependência total do Espírito Santo, vivendo os preceitos e verdades da Palavra em todo tempo, até que estejamos face a face com Jesus Cristo (Na sua volta). A bíblia nos mostra orientações específicas e gerais quanto as expectativas de Deus para as nossas vidas; Ele quer sempre o melhor.

Agradar primeiro a Deus pode nos trazer perseguições, inimizades, ciúmes, e tantas outras reações comuns a este mundo mau em que vivemos (1a Jo. 2:15-16).

Não sabemos a dimensão do que pode provocar um pecado em nossas vidas. Precisamos permitir que Deus nos ajude e trate os nossos “pequenos” pecados, antes que eles se transformem em verdadeiras tragédias. Todo arrependimento genuíno agrada o coração de Deus.

Que história estamos escrevendo? Abel foi conhecido como um grande herói da fé, ele teve coragem de enfrentar os enganos do mundo. E nós, como seremos conhecidos?

“Ora, o mundo passa, bem como a sua concupiscência; aquele, porém, que faz a vontade de Deus permanece eternamente.” 1a Jo. 2:17.

  

Pr. Geraldo Lazzarini Junior