RESPOSTAS PARA OS GRANDES PROBLEMAS DA VIDA

 RICK WARREN

 

 Como lidar com o estresse? – Lição 1

 

- Jesus sofria uma pressão tão grande que, se algum de nós estivesse na mesma situação, certamente sucumbiria. Jesus era constantemente interrompido, mal interpretado, criticado e ridicularizado.

- Contudo, continuava em paz e tranquilidade.

- Como ele conseguia fazer isso? Sua vida estava firmada em sólidos princípios de controle de estresse.

- Se entendermos e aplicarmos estes princípios, sofreremos menos pressão e desfrutaremos de paz interior.

1. Identificação: saiba quem você é

- Jesus sabia quem ele era. Ele disse: Eu sou a luz do mundo (Jo 8:12) / Eu sou a porta (10:9) / Eu sou o caminho, a verdade e a vida (14:6) / Eu sou o bom pastor (10:11) / Sou Filho de Deus (10:36).

- Isso é essencial para controlar o estresse porque, se você não souber quem é, permitirá que outros o manipulem e o pressionem para você ser alguém que não é.

- Muito do estresse da nossa vida resulta de usarmos máscaras, de iludirmos os outros, de vivermos vidas duplas ou de tentarmos ser alguém que não somos.

- A insegurança sempre produz pressão e, quando estamos inseguros, sentimo-nos pressionados a fingir e a nos conformar.

- Estabelecemos padrões irreais para nossa vida e, ainda que nos esforcemos ao máximo, não conseguimos atingir aqueles padrões.

- Sou filho de Deus, amado por ele. Deus tem um propósito para mim.

 

2. Dedicação: saiba a quem você está procurando agradar

- Em Jo 5:30, Jesus diz que não busca a Sua vontade, mas a vontade do Pai que o enviou.

- Você não pode agradar a todos.

- Quando não sabemos a quem estamos tentando agradar, caímos em três situações: na crítica (porque ficamos inquietos quanto àquilo que os outros vão pensar de nós), na competição (porque ficamos preocupados com a possibilidade de alguém nos passar a perna) e no conflito (porque passamos a nos sentir ameaçados quando alguém não concorda conosco).

- Portanto, devo buscar a Deus em primeiro lugar.

- Se meu alvo for agradar a Deus, minha vida será simplificada. Sempre farei a coisa certa – aquilo que agrada a Deus – sem me importar com o que os outros pensam.

 

3. Organização: saiba o que você quer realizar

- Em Jo 8:14 Jesus diz  que sabe de onde veio e para onde vai.

- Saiba o que você quer realizar.

- Se você não planejar sua vida e estabelecer prioridades, então você será pressionado por aquilo que outros pensam ser importante.

- Muita atividade não significa necessariamente produtividade. Será que quando você chega ao fim do dia você simplesmente gastou muita energia e concluiu muitas tarefas, mas não realizou algo importante?

- A preparação traz-nos tranquilidade, evita a pressão.

- Ter objetivos claros simplifica muito a vida.

 

4. Concentração: concentre-se em uma coisa de cada vez

- Algumas pessoas tentaram desviar Jesus de seus planos. Certa manhã, Jesus foi a um lugar deserto para ficar só. Mas as pessoas foram até lá e insistiram que não as deixasse.

Mas Jesus disse em Lc 4:43: É necessário que eu pregue as boas novas do Reino de Deus em outras cidades também, porque para isso fui enviado.

- Ele recusou a ser atrapalhado por questões menos importantes.

- Jesus concentrava seus esforços.

- Somos ineficientes quando dispersamos nossos esforços. Quando concentramos nossos esforços, somos mais eficientes. Luz difusa produz pouco brilho, mas luz concentrada produz fogo.

 

5. Delegação de autoridade: não tente fazer tudo sozinho

- Jesus escolheu doze homens para que estivessem com ele e pudessem ser enviados a pregar (Mc 3:13-19).

- Muitas vezes ficamos irritados e tensos porque pensamos que tudo depende de nós.

- Por que não delegamos atividades?

- A primeira razão é devida ao perfeccionismo.

- Você acha que Jesus teria feito um trabalho melhor que os discípulos? É claro que sim!!! Mas mesmo assim ele permitiu que os discípulos fizessem o trabalho.

- Precisamos permitir que os outros cometam alguns erros. Não roube a oportunidade de outros aprenderem.

- A segunda razão é a nossa insegurança. Sentimo-nos ameaçados.

- Contudo, você não precisa se sentir ameaçado se souber quem você é, a quem está tentando agradar, o que quer realizar e em que deve se concentrar.

- Se você quiser ser eficiente, é preciso envolver outras pessoas.

 

6. Meditação: faça da oração um hábito pessoal

- Jesus levantava-se de madrugada, quando ainda estava escuro, e ia para um lugar deserto orar (Mc 1:35).

- A oração é um poderoso antídoto contra o estresse.

- É uma ferramenta dada por Deus para que você possa livrar-se de suas ansiedades.

- Algum tempo em silêncio, sozinho com Deus, pode servir de sala de descompressão para o estresse da vida.

- Muitos de nossos problemas devem-se a nossa incapacidade de permanecer em silêncio.

- Uma das razões pelas quais muitas pessoas não conhecem Deus pessoalmente é que elas não conseguem se aquietar.

 

7. Recreação: separe tempo para desfrutar a vida

- Em Mt 6:31 Jesus disse: Venham comigo para um lugar deserto e descansem um pouco.

- É o princípio do descanso e da recreação, e não são opcionais.

- Deus incluiu o descanso nos Dez Mandamentos.

- Uma das razões para Jesus suportar o estresse era a de que ele sabia quando descansar.

- Uma vida equilibrada é fator essencial para controlarmos o estresse.

 

8. Transformação: entregue seu estresse a Cristo

- Este é um princípio do qual Jesus não precisava; nós, porém, necessitamos dele, pois somos meramente humanos.

- Você nunca desfrutará de paz interior até que tenha um relacionamento com o Príncipe da Paz.

- Jesus nos convida em Mt 11:28-30 a descansarmos nele.

- Cristo pode transformar sua vida estressada em uma vida plena de satisfação.

- Nossa maior fonte de estresse é tentarmos viver separados daquele que nos criou, de trilhar nossos próprios caminhos e de sermos nosso próprio deus.