O SONHO DE DEUS

 

Compartilhe: É possível estar sempre motivado?

 

- Para conquistarmos os nossos alvos temos que estar motivados, e é possível viver assim por toda a nossa vida. Contudo, a motivação é algo difícil de ser gerada na vida de outros.

- A motivação gerada por outros dura apenas por um momento. A motivação que permanece deve ser algo interior, que queima, que arde em nosso coração.

 

Compartilhe: O que produz essa motivação interna?

 

- O que produz a motivação perene é o sonho, isto é, quando temos um sonho ardendo dentro do nosso coração.

 

Compartilhe: O que é o sonho?

 

- Sonho é uma convicção tão grande do futuro, de que algo vai acontecer, que afeta e gera uma paixão para o tempo presente. Você passa a trabalhar em função do sonho.

- Se o sonho não gerou ainda uma paixão é porque não é verdadeiramente um sonho. Pode ser apenas uma disposição, um desejo, ou até um embrião de um sonho, mas não é um sonho.

- O sonho gera uma paixão hoje, e nós trabalhamos para torná-lo realidade. Deus quer um povo disposto.

 

Há três tipos de sonhos:

  1. 1.    Os sonhos naturais

- Eles não são pecados, são lícitos, porém não afetam a eternidade. Portanto, são finitos e quando você os conquista, você sente que permanece incompleto, frustrado, pois eles, em si, não podem satisfazê-lo ou torná-lo feliz.

 

  1. 2.    Os sonhos do diabo

- O sonho do diabo é assumir o lugar de Deus. Este mundo é motivado e gira em torno desse sonho do diabo.

 

  1. 3.    O sonho de Deus

- Ele afeta a eternidade, pois nasceu no coração de Deus, antes mesmo da criação do mundo.

- O sonho de Deus é ter uma multidão de filhos e filhas no padrão de Jesus Cristo, com o caráter de Cristo.

- Quando você entra no sonho de Deus, Ele supre os seus sonhos naturais.

- No decorrer da história, Deus sempre infundiu os seus sonhos nos corações dos grandes homens e mulheres da Bíblia.

- A única segurança de que seus sonhos venham a se realizar é você atrelá-los aos sonhos de Deus.

 

Exemplos de pessoas que sonharam o sonho de Deus na Bíblia:

 

Abraão: tinha o sonho de ser pai. Deus o fez pai de uma grande multidão.

Moises: tinha o sonho de ver o povo de Deus livre e não cativo nas mãos dos egípcios.

Gideão: tinha o sonho de ver o povo de Deus livre dos inimigos. Deus disse a ele, “vai nessa sua força”, ou seja, vai nesse seu sonho.

Elias: tinha o sonho de ver o povo de Deus santo, separado e não misturado (Ou o povo serviria a Deus ou a baal).

Paulo: tinha o sonho de ver os crentes crescendo no relacionamento com Jesus Cristo até fosse formado nas pessoas o caráter de Cristo.

 

Compartilhe: O que você está fazendo toca a eternidade?

 

Características do sonho de Deus:

  1. 1.    O sonho de Deus possibilita quebrar o jugo de sobre as nossas vidas, ou seja, aquilo que tenta aniquilar o sonho, a fim de que este se realize. Para quebrar o jugo, sonhe!
  2. 2.    O sonho de Deus aponta para o bem comum, e não para uma única pessoa. Portanto, vai envolver e beneficiar outras pessoas. Ex.: Moises era livre, porém o povo de Deus estava cativo.

Pelo fato de beneficiar outros e apontar para o bem comum, este sonho atrairá outros para trabalhar com você.

  1. 3.    O sonho de Deus traz uma paixão para hoje, o que leva a engajar outras pessoas. Se as pessoas não são motivadas por nós é ou porque não é o sonho de Deus ou porque não o vivo intensamente, é só um desejo.
  2. 4.    O sonho de Deus afeta a eternidade. Deus espera que sonhemos os Seus sonhos. Deus espera nossa decisão e quando a tomamos, o sonho de Deus começa a ser vivido por nós.
  3. 5.    O sonho de Deus brota normalmente na vida de uma pessoa de Deus, pois este sonho é uma manifestação do Espírito Santo. Não é algo que temos que fazer força.
  4. 6.    O sonho de Deus nos leva a percebermos o que está desvirtuado no que diz respeito ao cumprimento deste sonho. O que está a minha volta que não concorre para o sonho de Deus? O que está desvirtuado? Se notar isso é porque nasci para isso.
  5. 7.    O sonho de Deus não é incompatível com os nossos sonhos!

 

- Portanto, sonhemos os sonhos de Deus!

 

Fonte: Pr. Wilson Oliveira