“Deveras me apliquei a todas estas coisas para claramente entender tudo isto: que os justos, e os sábios, e os seus feitos estão nas mãos de DEUS; e, se é amor ou se é ódio que está à sua espera, não o sabe o homem. Tudo lhe está oculto no futuro.
Tudo sucede igualmente a todos: o mesmo sucede ao justo e ao perverso; ao bom, ao puro e ao impuro; tanto ao que sacrifica como ao que não sacrifica; ao bom como ao pecador; ao que jura como ao que teme o juramento.
Este é o mal que há em tudo quanto se faz debaixo do sol: a todos sucede o mesmo; também o coração dos homens está cheio de maldade, nele há desvarios enquanto vivem; depois, rumo aos mortos.
Para aquele que está entre os vivos há esperança; porque mais vale um cão vivo do que um leão morto.
Porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco terão eles recompensa, porque a sua memória jaz no esquecimento.
Amor, ódio e inveja para eles já pereceram; para sempre não têm eles parte em coisa alguma do que se faz debaixo do sol.
Vai, pois, come com alegria o teu pão e bebe gostosamente o teu vinho, pois DEUS já de antemão se agrada das tuas obras.
Em todo tempo sejam alvas as tuas vestes, e jamais falte o óleo sobre a tua cabeça.
Goza a vida com a mulher que amas, todos os dias de tua vida fugaz, os quais DEUS te deu debaixo do sol; porque esta é a tua porção nesta vida pelo trabalho com que te afadigaste debaixo do sol.
Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque no além, para onde tu vais, não há obra, nem projetos, nem conhecimento, nem sabedoria alguma.”

Eclesiastes 9:1-10

 

Palavra ministrada pelo pastor Wilson Maia dos Santos no Culto da Família de 23 de novembro de 2014.