Palavra ministrada por Heitor Ricardo Cosiski Marana no Culto da Família do Domingo de 04 de Janeiro de 2015.