O ESPÍRITO SANTO NA VIDA DE JESUS

LIÇÃO 6 – UM RELACIONAMENTO

Nosso Deus é pessoal e se relaciona com Seus filhos de forma regular. Quando Jesus declarou “As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e Eu conheço-as, e elas me seguem” (João 10:27), falava dessa comunicação. O Espírito Santo é o porta voz de Deus em nós. Ele é o representante do Deus triuno, pelo que precisamos saber como discernir a Sua direção.

Estamos falando sobe o Espírito Santo como GUIA na vida de Jesus e na nossa, firmados em Sua promessa:

“Mas, quando vier aquele Espírito de verdade, Ele vos guiará…” (João 16:13).
Antes de focar no como ser guiados, destaquemos algumas verdades firmadas em algumas Escrituras.

1. VOCÊ PODE DESENVOLVER UM RELACIONAMENTO PESSOAL COM O ESPÍRITO SANTO

 

A primeira coisa que você precisa saber é que você pode desenvolver um relacionamento pessoal com Ele, íntimo, regular, tal como você já tem com o Pai e Jesus. Se você deseja desenvolver esta área vital da sua caminhada com o Senhor; se o Espírito Santo vai começar a, sobrenaturalmente, comunicar-se com você, em uma grande variedade de formas, antes que qualquer coisa, você precisa estabelecer contato pessoal direto com Ele. Só assim poderá trabalhar muito estreitamente sob Sua liderança.

Aqui estão dois versículos muito importantes nos quais Paulo nos garante que somos autorizados a ter comunicação direta e comunhão estreita com o próprio Espírito Santo:

• “A graça (favor e bênção espiritual) do Senhor Jesus Cristo e o amor de Deus e a presença e comunhão (e o companheirismo e o compartilhar, e participação) no Espírito Santo, sejam com todos vós. Amém” (2 Coríntios 13:14-AMP).
• “PORTANTO, se há algum conforto em Cristo, se alguma consolação de amor, se alguma comunhão no Espírito… ” (Filipenses 2:1)

As duas palavras-chave nestes dois versos são a expressão “COMUNHÃO” e “COMPANHEIRISMO.” E ambas estão vinculadas ao próprio Espírito Santo. Paulo quer nos dizer que podemos ter comunhão direta e companheirismo com o Espírito Santo. Em outras palavras, RELACIONAMENTO PESSOAL.

2. O ESPÍRITO SANTO É NOSSO GUIA E MESTRE PESSOAL

• “Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ENSINARÁ TODAS AS COISAS, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.” (João 14:26)

• “Mas, quando vier aquele Espírito de verdade, ELE VOS GUIARÁ em toda a verdade” (João 16:13).

Quando a Bíblia nos diz que o Espírito Santo vai nos “ensinar todas as coisas” e “guiar-nos em toda a verdade”, assegura-nos que o Espírito Santo tem um ministério junto a cada um de nós: É nosso GUIA PESSOAL e MESTE em nossa jornada terrena. E se assim é, significa que Ele se comunicará conosco a fim de poder nos ensinar o que Ele quer. Nossa parte será saber como Ele irá nos comunicar algo, para que possamos captar essa comunicação quando Ele começar a liberá-la a nós.

Unindo os dois versículos acima com estes sabemos, sem sombra de dúvida, que podemos entrar nesta esfera sobrenatural com o Espírito Santo.

3. NÃO RESISTA, REBELE-SE, ENTRISTEÇA, OU APAGUE O ESPÍRITO SANTO

Não somente Deus quer que estabeleçamos uma relação pessoal e direta com o Espírito Santo, permitindo-nos ser guiados e ensinados por Ele, mas agora vai levar-nos a outro passo. O próximo conjunto de versículos adverte-nos a não resistir, apagar, rebelar-se ou entristecer o Espírito Santo. Em outras palavras, uma vez que o Espírito Santo começa a tornar-se muito ativo em nossa vida, e inicia o processo de nos guiar e nos ensinar, Deus quer que trabalhemos muito intimamente com Ele.

Aqui estão quatro principais versículos nos dando estas quatro palavras específicas de advertência:

• “Mas eles foram rebeldes, e CONTRISTARAM O SEU ESPÍRITO SANTO; por isso se lhes tornou em inimigo, e ele mesmo pelejou contra eles. (Isaías 63:10)
• “NÃO APAGUEIS o Espírito… ” (1 Tessalonicenses 5:19-22)
• “Homens de dura cerviz e incircuncisos de coração e ouvido! Vós sempre RESISTIS AO ESPÍRITO SANTO; como o fizeram os vossos pais, assim também vós” (Atos 7:51)

• “E NÃO ENTRISTEÇAIS O ESPÍRITO SANTO de Deus, no qual fostes selados para o dia da redenção” (Efésios 4:30)

Esses versículos não apenas destacam o fato de que Deus quer que tenhamos uma relação pessoal e direta com o Espírito Santo. Eles são mais uma prova de que o Espírito Santo tem um ministério específico com todos nós, e que Ele pode tornar-se muito ativo em nossa vida diária.

Estas quatro palavras são muito fortes, mostrando, uma vez mais, que o Espírito Santo não veio somente viver em nosso interior, mas que Ele quer tornar-se muito ativo em nossa vida diária para que possa ajudar-nos a cumprir o propósito de Deus em nossa existência.

Impossível cumprir nossa verdadeira vocação e tornar-nos santos, agradando a Deus, a menos que tenhamos o Espírito Santo como nosso GUIA E MESTRE, em estreita comunhão e comunicação. É por isso que Ele é chamado “AJUDADOR”. É por esta razão que Jesus disse que, sem Ele, não podemos fazer absolutamente nada nesta vida.

E se o Espírito Santo tem a tarefa de guiar-nos e ensinar-nos, Ele tentará se comunicar conosco, de vez em quando, de uma forma sobrenatural. Nosso papel, então, consiste em aprender a identificar os diferentes modos através dos quais Ele irá se comunicar conosco.

ORAÇÃO

Graças, Espírito Santo, por seres a voz de Deus em mim. Ensina-me a conhecer-te. A discernir Tua doce voz. Reconheço-Te como meu Guia e meu Mestre, e quedo-me aos Teus pés, para aprender de Ti e receber direção para tudo quanto diz respeito à minha existência, nos mínimos detalhes. Perdoa a minha indiferença e insensibilidade à Tua presença. Perdoa-me por entristecer-Te tanto e resistir Tua voz, por simples descuido ou falta de atenção. Perdão, por confundir Tua voz com outras vozes. Dá-me a graça de aprender a discernir os diferentes modos pelos quais Te comunicas comigo, e andarei de acordo com TUA VOZ.